Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

100 Borboletas no estômago

100 Borboletas no estômago

Qua | 20.01.21

(Re)pensar em democracia

Tânia Garcia

Quem me conhece minimamente, sabe que não sou de ideologias políticas, nunca me filiei a nenhum partido, nem faço tensões de...
Mas tenho ideias bem predefinidas do que quero e do que não quero para deixar de legado para os meus filhos, netos e futuras gerações...
Tenho acompanhado, quase todos, os debates presidenciais.
Acho verdadeiramente assustador a falta de preparação dos candidatos e a falta de ética dos moderadores/jornalistas.
Estamos no tudo ou nada e temos a democracia por um fio e não se enganem que o fio é bem fino.
É indiscutível não falar no nome do candidato André Ventura.
Mas a culpa não será dele.
A culpa mora na falta de argumentação da grande parte, que com ele, concorrem à presidência.
Vergonhoso os argumentos que esse candidato utiliza, gritando a plenos pulmões qual menino mimado com birra, que a razão mora apenas do lado dele.
E engenhosamente atropela quem tenta contestar, falando por cima numa décima acima do tom, abafando assim quem com ele debate.
É nojento de assistir a distorção de acontecimentos e a desvalorização da Constituição e dos direitos humanos.
E quem pensa que vai lá deixar a cruz, porque ele até tem alguma razão só tenho uma coisa a dizer:
Deus queira que levam a vossa vida sempre na certeza do conforto que agora têm, porque num estado democrático, não há portugueses de 1ª e de 2ª.
E todos, a mal ou a bem, temos disponível ajuda.
Agora aquela cruz que fizerem, irá definir se essa ajuda será vossa ou não.
Não se deixem enganar a pensar que estão protegidos.
Passam de bestiais a bestas em 3 tempos.
E se a vossa massa encefálica trabalhasse minimamente veria que as restrições que este ser quer fazer só irão servir para aumentar a criminalidade.
Pois é, a miséria tem destas coisas.
Faz-me confusão como conseguem assistir o mesmo debate que eu e mesmo assim darem razão ao tipo.
A democracia é aceitar que ele irá ter votos e eu aceito e até percebo o descontentamento político geral.
Eu também não morro de amores pelas medidas que foram tomadas ao longo dos anos e nos fez estar cada vez mais na cauda da Europa a contar os tostões.
Mas a mudança não passa pelo Chega, acreditem!
Há mais para lá do "monte".
Não se percam com a luz que brilha mais que não é sinónimo de melhor.
Podemos fazer um exercício facílimo de raciocínio.
Então se todos os ciganos, que é onde bate sempre a tecla dele, deixassem de receber RSI, viveriam do quê? Iriam para onde? 
A solução não passa por erradicar, mas educar.
Podemos fazer mais e melhor, como é óbvio, mas não é com fascismos e populismos que iremos lá.
Antes de votar, peço que leiam com atenção as propostas feitas pelos partidos e não se baseiem apenas no que é dito em 30min na comunicação social.
Vamos votar conscientemente?
Seja em A, B, C e até mesmo nesse André.
Mas que seja com a consciência para onde iremos pôr o pé a seguir.
Estamos a dias de decidir o Futuro na altura mais dolorosa que este país já assistiu.
Que o medo que nos invade a casa não nos tolde o discernimento.
Dias 24 votem, mas votem com a certeza que não iremos piorar o que já está caótico.
E já agora no dia de voto, mantenham a distância, usem máscara e voltem para casa e, se poderem, por lá permaneçam.

1225833-maos-femininas-mostrando-palavra-voto-sina

*Imagem de mãos femininas a mostrar a palavra VOTO. Foto retirada do Google