Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

100 Borboletas no estômago

100 Borboletas no estômago

Dom | 22.03.20

Bora ser feliz?

Tânia Garcia

Só tu sabes despir-me a alma.
Chegas assim como quem não quer a coisa e viras-me do avesso.
Achas bem?
O teu olhar chega para derreter todo o gelo em mim.
Sem ironias ou despretensiosas manias.
Às vezes não sei lidar com tanto, quando estava habituada a tão pouco. 
Cada respiração tua no meu pescoço leva-me a mares nunca antes navegados. 
E como gosto de me perder na bússola do teu ser.
Não quero orientação. 
Quero viajar contigo à deriva, sem eira nem beira. 
Quero que a tua mão encha as minhas medidas. 
Contigo vivo o presente para lá do futuro.
Não quero um compromisso de papel, quero uma vida de emoções à flor da pele. 
Quero caminhar vendada pelo destino.
Sei que me conheces para lá da conta e que não sou, nem nunca serei,  fácil de lidar. 
Mas se lidas com o meu pior lado, mereces com certeza o melhor de mim.
E se isto acabar?
Pelo menos não levaremos arrependimentos do que poderia ficar por fazer.
Até lá, bora ser feliz?