Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

100 Borboletas no estômago

100 Borboletas no estômago

Dom | 19.04.20

Dia 33 a 35

Tânia Garcia

• Dias 33 a 35

Que este tempo em que temos tempo sirva também para isto.
Para conciliarmos-nos connosco e com o nosso passado.
Há coisas que vão sempre magoar, mas seguir em frente é um exercício que requer esforço e coragem.
Ainda tem dias que tenho as minhas crises de ansiedade, ainda tenho noites de pesadelos, ainda deito lágrimas, mas a vida ensina a curar as feridas.
Ficam as cicatrizes, mas somos muito mais que marcas do passado.
Não o podemos mudar, mas podemos escrever o futuro.
Sem amarguras, sem raiva, sem ódio, sem maus sentimentos.
Devemos a nós mesmo começar do zero com o que há-de melhor na vida.
Sem julgamentos.
Ninguém calçou os nossos sapatos e só nos conhecem através da carapaça que temos no dia a dia.
O interior, esse, fica guardado para os melhores.
Para quem vai ajudar a colar os nossos pedacinhos partidos.
Gosto de escrever com humor, mas também gosto de oferecer amor nas palavras.
Conforto.
Esperança.
Espero que se encontrem todos bem.
Espero sinceramente que o nosso arco-íris do "vamos ficar todos bem" tenha o fim desejado para muitos.
Sabem que podem contar comigo.
Seja em redes socias, seja na "vida real".
Nunca percam o Norte e cuidem-se.
Estou à distância de uma mensagem.

Até amanhã 🍀❤

IMG_20200419_165923_530.jpg